IPv6

IPv6 ou IPng (next generation). Provavelmente você já ouviu falar que "esse é o ano do IPv6". Talvez até tenha ouvido isso várias vezes, em vários anos passados.

Bom, a verdade é que adoção ao padrão vem sendo lenta, por diversos motivos. Mas é evidente que, a medida que os endereços IPv4 estão acabando (é, acabando mesmo), a adoção do IPv6 começa a ser acelerada. Hoje, o custo para obter endereçamento IPv4 já é bem superior à IPv6 (na verdade este último vem sendo oferecido gratuitamente para incentivar a adoção) e alguns equipamentos e sistemas operacionais já estão prontos para o novo protocolo.

Uma coisa é certa: não vai haver um "dia da mudança". Ninguém vai "desligar" o IPv4. A tendência natural é que as redes passem a operar em dual-stack, com os dois protocolos sendo suportados ainda por um bom tempo. Não é uma mudança fácil, mas muito, muito provavelmente os seus netos não enfrentarão os problemas que estamos enfrentando hoje em relação à endereçamento. Nem os netos deles.

Para se ter uma idéia do que representa a mudança, em números absolutos (sem considerar os espaços reservados) a versão IPv4 suporta 2^32 endereços (32 bit de endereçamento). O IPv6 suporta 2^128 endereços. Isto é:
IPv4: 4.294.967.296 endereços (4 bilhões e uns quebrados)
IPv6: 340.282.366.920.938.463.463.374.607.431.768.211.456 endereços (eu não faço idéia de como fala esse número)

Apenas para contextualizar:
1. Número de habitantes da terra: 6.500.000.000
2. Distância entre o SOL e a Terra, em metros: 50.000.000.000
3. Número de células do corpo humano: 100.000.000.000.000
4. Número de células humanas no MUNDO: 650.000.000.000.000.000.000.000
5. Número de grãos de areia no mundo: 7.000.000.000.000.000.000.000.000
6. Número de estrelas no Universo: 70.000.000.000.000.000.000.000.000

Bom, eu vou parando por aqui porque somei o número de estrelas do universo com o número de grãos de areia na terra mais o número de células humanas no mundo inteiro e ainda sobrou endereço que não acaba mais. Na verdade daria para enumerar isso tudo umas 4 trilhões de vezes.

O melhor de tudo é que o número de endereços é apenas uma parte de todas as mudanças. A nova versão é upgrade, com muitas melhorias em relação ao IPv4.

Para quem trabalha na área é bom começar a pensar como serão os seus passos futuros. Deixar para última hora é sempre uma péssima idéia, planejar vale a pena. A "mudança" não deve ser algo traumático, mas também não será apenas "levantar" o endereço novo e pronto.

Comentários

SiDeRanDo disse…
Quem contou os grãos de areia??
:)

Musicopublicitarioetcetal lendo blog de tech dá nisso...
Roberto disse…
Pergunta ao terra, eu só reproduzi o que eles disseram: http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,6752,OI122931-EI302,00.html

:-D
José de Almeida disse…
Caro Roberto Alcântara gostei do seu "Post" sobre IPv6!
Convido quem estiver interessado em obter mais informação sobre o tema, em português, a visitar o meu "blog" em:

http://ipv6.blogs.sapo.pt/

José de Almeida
Tonny disse…
kkkkkk, quem contou os grãos de areia, foi boa...

Postagens mais visitadas deste blog

Hacking GVT/Vivo Sagemcom F@st 2764 GV (aka "Desbloqueio")

Alguns "Looking-glass" úteis.

BGP communities de operadoras brasileiras